Documentos e outras publicações

4 Agosto, 2020As candidaturas ao ensino superior estão cada vez mais próximas e é fundamental a Ficha ENES.   O que é a Ficha ENES (Exames Nacionais do Ensino Secundário)? A ficha ENES é uma espécie de curriculum do ensino secundário. É o documento comprovativo da titularidade do teu curso do ensino secundário e da respetiva classificação, bem como das classificações obtidas nos exames nacionais do ensino secundário que realizaste. Ela apresenta também a chave de ativação necessária para se fazer a candidatura online ao ensino superior no site da DGES.   Quando pedir e onde obter a ficha ENES? Para a candidatura ao ensino superior em 2020, tens de obter a ficha ENES 2020, solicitando nos Serviços Administrativos (secretaria) do nosso Agrupamento (onde realizaste os exames nacionais), depois de saírem as notas. Poderá ser necessário apresentar um documento de identificação. No caso do nosso Agrupamento, podes solicitá-la a partir do dia 6 de agosto.   Qual a validade da Ficha ENES? A ficha ENES é valida para todas as tuas candidaturas (1ª, 2ª e 3ª fase) no ano em que é emitida. Logo, se tiveres concluído o ensino secundário no ano passado, deverás pedir uma nova ficha ENES, com a data deste ano. Caso realizes exames na 2ª fase e/ou na 3.ª fase, porque queres fazer melhorias (este ano só é possível como Prova de Ingresso, não te esqueças!), deves pedir uma nova Ficha ENES, quando os resultados desses exames forem afixados. Essa ficha ENES, já terá descritas as notas dos teus exames de ambas as fases, bem como a classificação final considerando essas notas.   Quando receberes a tua Ficha ENES, não te esqueças de verificar as informações nela descritas! Caso aches que existe algum erro, deves comunicar no local onde levantaste a Ficha. Boa sorte!   (Fontes: Inspiring Future e Uniarea) [...]
28 Abril, 2020O Júri Nacional de Exames já se pronunciou e já te conseguimos explicar como vais ter de fazer para alterar os teus exames!   Vai continuar a ser pelo e-mail! Neste momento, o formulário que foi disponibilizado pela DGEstE não pode ser utilizado de todo! Portanto, se por acaso usaste o formulário e querias fazê-lo outra vez, NÃO PODES MESMO! O processo vai ser semelhante ao anterior, fazes download do ficheiro editável do Boletim de Inscrição, preenches e envias por e-amil para a Secretaria da escola (secretaria@agrmondimbasto.com), só tens de ter em atenção ao que explicamos em baixo!   Se ainda não te inscreveste nos exames prepara-te (ou prepara os teus pais) para receberes uma chamada da tua escola… eles têm instruções para ligar a toda a gente que ainda não se tenha inscrito. Quando as atividades presenciais retomarem, terás de entregar os documentos pessoalmente na mesma, portanto, garante que não perdes o ficheiro!   Não, não vais ter de pagar mais! Até te podem devolver dinheiro. Os alunos que estejam aprovados a uma disciplina e que realizem essa mesma Prova de Ingresso, mesmo que tenham mais de 18 anos e que vão como autopropostos, não precisam de pagar nada. Para os alunos que já se tinham inscrito e que têm de fazer alterações por causa do Decreto-Lei, de 13 de abril, haverá reajustes/devoluções do que já pagaram para inscrição nos exames até agora, sempre que se aplique o caso.   Se vou fazer, na mesma, os exames que já me inscrevi, como faço? À partida, deves deixar tudo igual a não ser que a tua escola dê informação em contrário. Fala com eles só para confirmar que podes deixar tudo como está! Telefona para a Secretaria: 938 597 469 | 938 597 456.   Se já não vou fazer exames porque não quero ir para o Ensino Superior, como faço? Fala com a tua escola para perceber se podes simplesmente enviar um e-mail a anular a tua inscrição ou se precisas de entregar um Boletim com a Tabela 4 em branco.   Se já não preciso de fazer exames, como faço? Se com as novas regras do Ministério, já tens a(s) Prova(s) de Ingresso do ano passado e não precisas de fazer exames, deves refazer o teu Boletim. Não preenches a Tabela 4 e assinalas apenas no ponto 5 – ou seja, requeres apenas a ficha ENES.   Se vou fazer exames na mesma e quero alterar a inscrição, afinal como é que preencho a Tabela 4? Nesta tabela deverás indicar apenas os exames que vais realizar como Prova de Ingresso, porque, tal como podes ler no artigo que lançamos anteriormente, já não é possível fazer melhorias internas . Se antes já era aconselhável o preenchimento do 4.8 sempre com um “S”, muito mais agora que todos os exames contarão apenas como Prova de Ingresso.   Se és do Científico-Humanístico e tens todas as notas das disciplinas com positiva, portanto, só queres fazer para Prova de Ingresso. Preenches os pontos 4.4, 4.5 e 4.6 sempre com “N” em todas as circunstâncias e não pões nada no 4.7! Apenas no 4.8 vais introduzir “S”.   Se és do Científico-Humanístico e tens alguma nota interna negativa ou se ficaste com nota interna negativa por causa de um exame, vais ser obrigado a ir a Exame na mesma – apesar das novas regras que saíram no dia 17 de abril e que publicamos no artigo “Volta atrás! Tudo mudou! Tens de refazer a média” . Neste caso, metes “S” no 4.5 e metes “N” no 4.8 se não é para prova de ingresso, ou metes “S” se é para prova de ingresso. Nota: Se és daqueles casos em que tinhas 10, 11, 12 à nota da disciplina e o exame te fez chumbar, vamos lançar um artigo para isso brevemente!   Se és do Profissional, manteve-se tudo igual, deves analisar primeiro o nosso artigo sobre como vais calcular a tua média e depois preenches o Boletim, seguindo as instruções em baixo. Caso queiras prosseguir estudos, deves assinalar com um “S” no 4.7 e para além do 4.8, deixando todos os outros em branco.   Se és do Recorrente, manteve-se tudo igual, deves analisar primeiro o nosso artigo sobre o Cálculo da Média e depois preencheres o teu Boletim, seguindo as instruções em baixo. Caso precises de Exames como Prova de Ingresso, assinalando o 4.8 com “S”, não preenchendo o 4.7 e todos os outros preencheres com “N”. Nota: Se foste excluído por faltas, apenas te podes inscrever na 2ª fase! Onde terás de pagar o valor necessário para essa inscrição.   [artigo adaptado do site Inspiring Future] [...]
20 Abril, 2020Acesso ao ensino superior 2020: Determinação da nota de candidatura pelo regime geral de acesso Na sequência da decisão do Conselho de Ministros de 9 de abril de 2020 relativamente às medidas excecionais e temporárias de resposta à pandemia da doença Covid-19 no âmbito dos ensinos básico e secundário, importa que o regime geral de acesso ao ensino superior para o ano letivo 2020-2021 reflita devidamente os seus efeitos. Este processo abrange, naturalmente, os concursos nacional e locais no âmbito do ensino superior público, assim como os concursos institucionais no âmbito do ensino superior privado. Nesse contexto, o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior solicitou à Comissão Nacional de Acesso ao Ensino Superior (CNAES) que analisasse a forma de determinar a nota de candidatura a consagrar no regulamento do concurso nacional de acesso nas instituições de ensino superior públicas e no regulamento geral dos concursos institucionais para ingresso nos cursos ministrados em estabelecimentos de ensino superior particular e cooperativo. Considera-se que deve ser dada igualdade de tratamento aos estudantes que concluíram as disciplinas ou o nível secundário de educação em anos anteriores e que agora se pretendem candidatar ao ensino superior, definindo condições de candidatura que não prejudiquem candidatos com classificações obtidas anteriormente. Nesses termos, a fórmula de cálculo da nota de candidatura deverá integrar, para além das classificações dos exames finais que o estudante pretende utilizar como provas de ingresso, as classificações decorrentes das seguintes situações: a) para as provas realizadas este ano pelos candidatos que concluíram o nível secundário no ano letivo 2019-2020, devem ser consideradas as classificações internas das disciplinas; b) para as provas realizadas em anos letivos anteriores, com validade nos termos da Deliberação da CNAES, devem ter-se em consideração duas situações distintas, respetivamente: b1. Nas situações em que a classificação do exame final nacional então realizado tenha sido inferior à classificação interna da disciplina, deve utilizar-se a classificação interna da disciplina; b2. Nas situações em que a classificação do exame final nacional então realizado tenha sido igual ou superior à classificação interna da respetiva disciplina, deve utilizar-se a classificação final da disciplina. O método agora adotado garante a igualdade de tratamento entre os estudantes candidatos, aplicando sempre a regra mais favorável ao candidato, dentro do enquadramento legal excecional recentemente aprovado. A Tabela 1 apresenta uma súmula das condições a considerar para a fórmula de cálculo da nota de candidatura. Fonte: site do Governo da República Portuguesa   [...]
17 Abril, 2020O Decreto-Lei n.º 14-G/2020, de 13 de abril, estabelece as medidas excecionais e temporárias de resposta à pandemia da doença COVID-19 no âmbito dos ensinos básico e secundário, para o ano letivo de 2019/2020. Entretanto, o JNE (Comunicação n.º 5) já deu a conhecer (21-04-2020) as Orientações para o processo de inscrição nas provas e exames do ensino secundário.   Provas de equivalência à frequência no ensino básico e secundário e exames finais nacionais Ver novo calendário na página PROVAS E EXAMES 19-20   Inscrição para as provas e exames dos ensinos básico e secundário O prazo de inscrição é prorrogado até 11 de maio de 2020. Boletins de inscrição . O boletim (modelo EMEC), devidamente preenchido no formato editável ou a digitalização do original, é enviado por correio eletrónico para a escola: secretaria@agrmondimbasto.com A escola confirma receção. No prazo estabelecido, os alunos podem alterar, sempre que necessário, as inscrições para os exames finais nacionais que já tenham sido efetuadas.   Regime excecional relativo a matrículas e renovação de matrículas Preferencialmente via Internet, no portal portaldasmatriculas.edu.gov.pt. Pré-escolar e 1.o ciclo – entre 4 maio e 30 junho 2020. EB e ES – período fixado pelo Diretor.   No ano letivo de 2019/2020, é cancelada a realização Das provas de aferição, dos 2.º, 5.º e 8.º anos de escolaridade; Das provas finais do ensino básico, no final do 9.º ano de escolaridade; Das provas a nível de escola, realizadas como provas finais do ensino básico; Dos exames finais nacionais, quando realizados por alunos internos, para efeitos de aprovação de disciplinas e conclusão do ensino secundário.   Divulgação das listas (matrículas) Pré-escolar e EB – até 15 julho. Ensino sec. – até ao 5o dia útil após definição da situação escolar do aluno que pretenda alterar o seu percurso formativo.   Publicação das listas (admitidos) Pré-escolar e EB – 24 de julho. Ensino sec. – 30 de julho.   Avaliação e conclusão do ensino básico Para efeitos de avaliação e conclusão do ensino básico geral, dos cursos artísticos especializados e de outras ofertas formativas e educativas, apenas é considerada a avaliação interna; Os alunos ficam dispensados da realização de provas finais de ciclo, nos casos em que a respetiva realização se encontre prevista apenas para efeitos de prosseguimento de estudos. A conclusão de qualquer ciclo do ensino básico pelos alunos autopropostos, incluindo os alunos que se encontram na modalidade de ensino individual e doméstico, é efetuada mediante a realização de provas de equivalência à frequência.   Avaliação, aprovação de disciplinas e conclusão do ensino secundário Para efeitos de avaliação, aprovação de disciplinas e conclusão do ensino secundário, incluindo disciplinas em que haja lugar à realização de exames finais nacionais, é apenas considerada a avaliação interna. As classificações a atribuir em cada disciplina têm por referência o conjunto das aprendi-zagens realizadas até ao final do ano letivo. Os alunos realizam exames finais nacionais apenas nas disciplinas que elejam como provas de ingresso para efeitos de acesso ao ensino superior, sendo ainda permitida a realização desses exames para melhoria de nota, relevando o seu resultado apenas como classificação de prova de ingresso. Nos casos em que se encontre prevista a realização de exames finais nacionais apenas para apuramento da classificação final do curso para efeitos de prosseguimento de estudos no ensino superior, os alunos ficam dispensados da sua realização.   Avaliação, conclusão e certificação dos cursos de dupla certificação e dos cursos artísticos especializados Formação prática realizada através de prática simulada. Provas em anos terminais realizadas através de meios não presenciais.   Regime excecional relativo ao calendário escolar O termo do 3.º período, que ocorre a 26 de junho de 2020.     [...]
15 Janeiro, 2020Provas de aferição, provas finais de ciclo e exames finais nacionais – Estas são avaliações que os alunos que frequentam a escolaridade obrigatória têm de prestar.   Provas de aferição O objetivo das provas de aferição (que não contam para a nota final dos alunos) é fornecer informações detalhadas sobre o desempenho escolar dos alunos, que serão depois enviadas às escolas e as famílias, permitindo corrigir atempadamente as fragilidades do sistema detetadas sem rotular alunos e escolas. Neste ano letivo, pela primeira vez, os alunos do 5.º ano serão avaliados relativamente à componente de produção e interação orais na prova de aferição de língua estrangeira (Inglês).   Provas finais As provas finais destinam-se aos alunos do 9.º ano. O objetivo é avaliar o seu desempenho nas disciplinas de Português e Matemática. Estas avaliações valem 30% da nota final.   Exames nacionais Os exames nacionais serão efetuados pelos alunos do 11.º ano e 12.º ano. E são os mais importantes. Não só têm um peso de 30% para a nota final das disciplinas em que são obrigatórios, como podem ser utilizados como prova de ingresso ao Ensino Superior, contando entre 35% a 50% no cálculo da nota de candidatura. Os alunos que não obtiverem aprovação ou que pretendam realizar uma melhoria de classificação nas disciplinas em que realizaram exames nacionais na primeira fase podem candidatar-se à segunda fase. Este ano letivo, será realizada, pela primeira vez, a avaliação da componente de produção e interação orais nos exames nacionais finais de línguas estrangeiras e Português Língua não Materna.   in Calendário escolar 2019-2020: datas de provas e exames, Montepio Geral – Associação Mutualista (15 de janeiro de 2020) [...]

Nova Calendarização

Provas de equivalência à frequência do ensino básico e secundário [Novas datas]

1.º, 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico
Fase
Realização das provas
Afixação de pautas
Afixação dos resultados dos processos de reapreciação
1.ª fase
06 a 30 de julho
05 de agosto
31 de agosto
2.ª fase
01 a 11 de setembro
16 de setembro
29 de setembro
Ensino Secundário
Fase
Realização das provas
Afixação de pautas
Afixação dos resultados dos processos de reapreciação
1.ª fase
06 a 23 de julho
03 de agosto
01 de setembro
2.ª fase
01 a 07 de setembro
16 de setembro
07 de setembro

Calendário dos Exames Nacionais (11.º e 12.º anos) [Novas datas]

11.º ano (1.ª fase)
Disciplina
Data
09h30 - Espanhol
14h00 - Francês
07 de julho de 2020
09h30 - Filosofia08 de julho de 2020
09h30 - Física e Química A
14h00 - Latim
09 de julho de 2020
09h30 - História B10 de julho de 2020
09h30 - Geografia A13 de julho de 2020
09h30 - História da Cultura e das Artes14 de julho de 2020
09h30 - Matemática B
Matemática Aplicada às Ciências Sociais
15 de julho de 2020
09h30 - Biologia e Geologia17 de julho de 2020
09h30 - Economia
14h00 - Alemão
20 de julho de 2020
09h30 - Inglês21 de julho de 2020
09h30 - Geometria Descritiva A22 de julho de 2020
09h30 - Literatura Portuguesa23 de julho de 2020
12.º ano (1.ª fase)
Disciplina
Data
09h30 - Português
Português (Língua não Materna)
Português Língua Segunda
6 de julho de 2020
09h30 - História A10 de julho de 2020
09h30 - Matemática A15 de julho de 2020
09h30 - Desenho A16 de junho de 2020
Nota: Período de aplicação da componente de produção e interação orais das Línguas Estrangeiras e de PNLM: de 6 a 23 de julho
Afixação das pautas: 3 de agosto.
Afixação dos resultados dos processos de reapreciação: 1 de setembro.
11.º ano (2.ª fase)
09h30 - Física e Química A
Literatura Portuguesa
14h00 - Economia A
Latim A
1 de setembro de 2020
14h00 - História da Cultura
e das Artes
Geografia A
2 de setembro de 2020
09h30 - História B
Geometria Descritiva A
14h00 - Biologia e Geologia
3 de setembro de 2020
Matemática B (9h30),
09h30 - Matemática Aplicada às
Ciências Sociais
14h00 - Filosofia
4 de setembro de 2020
09h30 - Inglês
14h00 - Alemão, Espanhol, Francês
7 de setembro de 2020
12.º ano (2.ª fase)
09h30 - Português
Português (língua não materna)
Português (língua segunda)
2 de setembro de 2020
09h30 - História A
14h00 - Desenho A
3 de setembro de 2020
09h30 - Matemática A4 de setembro de 2020
Nota: Período de aplicação da componente de produção e interação orais das Línguas Estrangeiras e de PNLM: de 1 a 7 de setembro
Afixação das pautas: 16 de setembro.
Afixação dos resultados dos processos de reapreciação: 7 de outubro.

 


DGES.GOV.PT - Calendário geral - Comunicado do Juri Nacional de Exames [link externo]

Informações 2020

Informação 15 (18/08/2020)

Calendário de Exames 2020 - 2.ª Fase

Informação 14 (23/06/2020)

Calendário de Exames 2020 - 1.ª Fase


Informação 13 (19/06/2020)

Provas Extraordinárias de Avaliação - Calendário

Informações-prova - Provas Extraordinárias de Avaliação [Pasta compactada]


Informação 12 (09/06/2020)

Provas de avaliação Externa: Adenda às Informações-prova (junho de 2020)


Informação 11 (03/06/2020)

NORMA 02/JNE/2020 – esta Norma apresenta um conjunto de instruções para realização, classificação, reapreciação e reclamação de Provas e Exames do Ensino Básico e Ensino Secundário.

Resumo da Norma 02 - O Secretariado de Exames elaborou um resumo da Norma 02, com instruções e orientações.


Informação 10 (03/06/2020)

Informações-prova - Provas de Equivalência à Frequência do 3.º Ciclo [Pasta compactada]


Informação 9 (03/06/2020)

Informações-prova - Provas de Equivalência à Frequência do Ensino Secundário [Pasta compactada]


Informação 8 (22/05/2020)

Informação complementar sobre os Exames finais nacionais 2020 ‒ Procedimentos de realização


Informação 7 (22/04/2020)

Comunicação 5 - Processo de inscrição nas provas e exames do Ensino Secundário


Informação 6 (18/03/2020)

Lista de Códigos - Provas Finais e Provas de Equivalência à Frequência - Ensino Básico

Lista de Códigos - Exames Finais e Provas de Equivalência à Frequência - Ensino Secundário

Tabela - Códigos dos Cursos e das Disciplinas dos Cursos de Ensino Secundário


Informação 5 (18/03/2020)

Boletim de inscrição [editável] - Provas finais e de Equivalência à Frequência do Ensino Básico

Instruções de preenchimento do boletim de inscrição editável do Ensino Básico

Boletim de inscrição [editável] - Exames e Provas do Ensino Secundário

Instruções de preenchimento do boletim de inscrição editável do Ensino Secundário


Informação 4 (10/03/2020)

Comunicação 3 - Plataforma eletrónica para aplicação de Adaptações na Realização de Provas e Exames


Informação 3 (10/03/2020)

Comunicação 2 - Provas e exames dos Ensino Básico e Ensino Secundário – orientações inscrições


Informação 2 (10/03/2020)

NORMA 01/JNE/2020 – Instruções para a Inscrição nas Provas e Exames do Ensino Básico e do Ensino Secundário


Informação 1 (04/11/2019)

Já se encontram disponíveis as Informações-prova gerais 2019-2020 [PDF].

  • PROVAS DE AFERIÇÃO – 2.º Ano de Escolaridade [canceladas - Decreto-Lei n.º 14-G/2020]
  • PROVAS DE AFERIÇÃO ‒ 5.º Ano de Escolaridade [canceladas - Decreto-Lei n.º 14-G/2020]
  • PROVAS DE AFERIÇÃO – 8.º Ano de Escolaridade [canceladas - Decreto-Lei n.º 14-G/2020]
  • Povas finais de ciclo – 9.º ano de escolaridade [canceladas - Decreto-Lei n.º 14-G/2020]
  • Exames N. secundário [A aguardar nova informação devido ao COVID]