atividades

Visita de estudo ao Arouca Geopark e cidade do Porto

A escola não deve ter a melancolia da cadeia. Pestallozi, Froebel, os grandes educadores, ensinavam em pátios, ao ar livre, entre árvores.

Eça de Queirós

No dia 7 e 8 de março, os alunos do 11ºA e 11ºB, juntamente com os professores de Biologia/Geologia, Geografia e Português, visitaram Arouca e Porto.

O primeiro dia foi dedicado a Arouca, com visitas guiadas ao Museu das Trilobites, ao Centro de Interpretação das Pedras Parideiras e aos Passadiços do Paiva.

O segundo dia foi passado na cidade do Porto com visitas guiadas à Cadeia da Relação (atualmente Centro Português de Fotografia), ao Jardim Botânico e à Casa Andresen.

Assim, os alunos puderam observar e interpretar fenómenos geológicos únicos, compreender a obra Amor de Perdição, de Camilo Castelo Branco e a obra de Sophia de Mello Breyner Andresen, e foram, certamente, muito felizes porque viveram intensamente esses dois dias.